rezende2
Fonte: Reprodução / Facebook Watch

Além de Willian Maranhão, Rezende chegou ao Bahia para buscar destaque atuando em uma das funções de volantes do time tricolor. Entrevistado pela assessoria do clube, o jogador se definiu como um atleta de fácil adaptação.

Titular em boa parte da última Série B pelo Goiás, o meio-campista atuou tanto na posição de primeiro, como também de segundo volante, compondo equipes que atuavam com dois ou três atletas de marcação no meio.

Em sua chegada ao Bahia, o jogador vê Patrick como titular da posição de primeiro volante em 2021 e Willian Maranhão, outro recém-chegado, que também atua na posição.

Para disputar um lugar na equipe, Rezende promete adaptação à função e ao estilo que o treinador Guto Ferreira optar. Ele se vê como um volante de marcação, mas também de chegada ao ataque.

“Consigo me adaptar muito ao estilo de jogo do treinador. Ultimamente tenho jogado mais como primeiro volante, mas gosto de chegar na frente, de marcar um gol, entrar na área”.

Vindo de um acesso à primeira divisão com a equipe goiana, Rezende quer ver o elenco tricolor unido ao longo do ano.

“O grupo deve se unir, um dar a vida pelo outro. Todo jogo é uma guerra e nesse ano não será diferente”.

Recusou renovar com o Goiás para jogar a Série B pelo Bahia

Um clube como o Bahia, quando teve o interesse, para mim foi muito fácil escolher. (…) É um clube muito grande. Está na Série B, mas é um clube gigante. Isso facilita muito a escolha.

Chegada ao clube

“Para mim foi muito bom. O grupo nos acolheu muito bem e a estrutura é fora de série, é extraordinária”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.