A história de amor entre Jorge Jesus e o Flamengo parece estar longe do fim e, quem sabe, com mais um final feliz muito em breve. Depois de ter o nome clamado na eliminação do Rubro-negro da Copa do Brasil, o treinador disse que se comoveu com a homenagem.

“Se fico satisfeito por ser querido pelos torcedores de um clube? Só não ficava se fosse insensível. Foram imagens que me tocaram. Não sei o meu futuro, o meu contrato termina no final da época e a minha mala está sempre feita à porta. Um treinador vive dos resultados. Neste momento, o Benfica é a minha casa. Vim para Portugal com um objetivo bem definido”, disse o técnico.

Porém, o treinador português disse que no momento pensa apenas no Benfica. “Aquilo que é importante é que sou treinador do Benfica. Temos objetivos bem definidos. Quero que a águia voe alta para que estejamos sempre próximos de conquistar os títulos propostos. Não posso fugir deste pensamento. O Benfica é hoje, é amanhã, é todos os dias. Estamos sempre a pensar em como podemos melhorar o Benfica”, concluiu o treinador.

Sem Jorge Jesus, o Flamengo se prepara para outra pedreira: neste sábado (30/10), enfrenta o Atlético-MG, em partida do Brasileirão. Uma derrota pode significar o fim da linha rumo ao título da competição nacional.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.