Maradona foi enterrado sem coração, revela jornalista argentino

O lendário craque argentino Diego Armando Maradona foi enterrado sem coração. A informação foi divulgada pelo jornalista e médico Nelson Castro em entrevista ao canal El Trece. Segundo ele, a motivação para tal decisão ocorreu após a descoberta de um plano feito por torcedores fanáticos.

“Houve uma movimentação de um grupo de Barra Bravas (torcedores organizados) do Gimnasia y Esgrima La Plata que planejava arrombar o caixão e extrair o coração de Maradona. Não se concretizou, porque foi um ato de enorme ousadia. Descobriram que isso ia ocorrer, então extraíram o coração”, revelou.

Nelson é autor do livro “La Salud de Diego” (A saúde de Diego em português). Ele ainda contou que além do plano audacioso dos torcedores, a retirada do coração era fundamental para entender o que causou a morte de Maradona.

“O coração também foi extraído porque era muito importante para a determinação da causa da morte. Ele pesava meio quilo e era muito grande. Um coração costuma pesar 300 gramas. Era um coração grande não só porque ele era atleta, mas também pela insuficiência cardíaca que o ex-jogador sofreu”, contou o jornalista.

Maradona morreu após uma insuficiência cardíaca no dia 25 de novembro de 2020. Maradona deixou 11 filhos. A herança do ex-jogador é motivo de disputa entre eles. Milhares de pessoas estiveram presentes na Casa Rosada, em Buenos Aires, para se despedir de Diego.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *