Maicon Rodrigues fala sobre emoção de interpretar Elton Jr

A TNT estreia nesta segunda-feira (10/5) uma série nacional, chamada Galera FC, estrelada pelo ator Maicon Rodrigues, que faz o papel principal do jogador Elton Jr. Flamenguista, 26 anos, carioca da gema, Maicon conversou com o Metrópoles sobre a realização do sonho de ser jogador de futebol e aproveitou para dar uns pitacos sobre seu time do coração.

Com papeis em novelas da Globo como Malhação, Rock Story, O Tempo Não Para e Nos Tempos do Imperador — que teve a estreia adiada por causa da pandemia do novo coronavírus —, Maicon considera Elton Jr um “presentinho gostoso”.

“Eu acho que a maioria das pessoas que cruzaram a minha vida já pensaram em algum momento em ser jogador de futebol. Só que ser jogador de futebol implica em muitas coisas, né? Você abdicar de muitas coisas, é muita disciplina, é muito foco. É uma saúde mental que tem que ter muito forte”, refletiu.

“O Elton é um presentinho gostoso. Ali eu já empresto um pouco do que poderia ser o Maicon (risos), do que eu gostaria de fazer se eu fosse jogador de futebol. Estar inserido nesse contexto, nesse mundo, é gostoso, é divertido. Eu adorei interpretar o Elton e eu acho pouco. Eu quero mais, outras temporadas, outras vivências.”

Com o futebol sempre presente em sua vida, ele teve mais facilidade para gravar as cenas de ação com a bola: “A gente teve que coreografar todos os movimentos com todos os atores que participavam da cena e é interessante porque eu adoro jogar futebol, estou com muita saudade, a pandemia me tirou o futebol, então estou há mais de um ano sem colocar o pé numa bola e faz falta”, lamentou.

0

“Não tenho a intimidade (com a bola) do Neymar, não sou nenhum Elton Jr, mas dá pra me escolher, me botar no time. Acho que eu faço o dever de casa legal”, brincou Maicon.

Ele pode até não ter a intimidade do Neymar, mas tem a marra do Gerson, camisa 8 do Flamengo. Na série, Elton Jr comemora seus gols com o gesto popularizado pelo volante principalmente durante a campanha de 2019 do time, o ‘vapo’. Esta comemoração foi ideia do próprio Maicon, um “instinto” na hora da gravação.

“Eu estava totalmente inspirado pelo futebol do Gerson, então eu fiz o ‘vapo’. Surgiu na hora, na cena. Saiu o gol, era uma coisa meio final de campeonato e só o ‘vapo’, de instinto mesmo. Ficou legal, o diretor se amarrou, e eu falei ‘vamos usar o vapo, então!” Se o Gerson reclamar, depois a gente troca uma ideia com ele (risos).”

Brasil x Europa

O dilema que move a trama da série é a decisão do Elton de deixar a Europa e voltar para o futebol brasileiro. Pensativo, o ator falou sobre o que faria se fosse ele no lugar do atleta: “Sendo eu, no auge da carreira, se eu tivesse na pele do Elton, eu acho que talvez eu voltasse (para o Brasil) também.”

“Quando a cabeça não está no lugar, dificilmente vai estar tudo equilibrado e você não estar no lugar que é o seu, a sua casa de fato, te tira mais ainda do seu senso. Eu acho que eu voltaria assim como o Elton e vários outros jogadores, também, já fizeram esse caminho de volta para se reconectar, para voltar e entender a carreira, entender os pontos que precisam ser avaliados. Muitos fizeram isso”, lembrou Maicon.

Analisando em primeira pessoa, o flamenguista diz que seria como Romário, “que foi pro Flamengo no auge. Melhor do mundo, não queria saber de Europa”. “Eu trocaria a Europa pelo Flamengo, sim, porque o Flamengo é gigante. Eu amo o Flamengo. A instituição a gente fica meio (barulho de não muito satisfeito), mas o Flamengo na essência, do que se tornou, levando em consideração o abraço do povo e tudo mais, é um clube popular e isso é muito bonito. O povo sofre, o povo ri, o povo chora.. e a gente vai nessa montanha-russa aí”, disse.

Eu gostaria de jogar em dois times da Europa. Eu gosto muito do futebol inglês. Não está super badalado, mas eu me amarro no Chelsea. Muito pela história do Didier Drogba, fui muito fã dele, sou ainda. E o Real Madrid pra jogar do lado do Vini Jr, cria da Gávea… a gente ia zoar bastante. Acho que a gente ia pintar (risos).”

Opinião de torcedor

Deslumbrado com o Flamengo de 2019, Maicon diz estar “se sentindo à deriva nessa atual gestão”. “Eu, particularmente, voltei para aquela fase do Flamengo que, no fundo, você fica preocupado (com os jogos). Em 2019, o time era tão redondo, você sabia como o time jogava, como o time reagia, e eu era mais seguro. Era um futebol muito tático, mudava muito a estratégia. Era um time lindo de ver jogar”, recordou.

Obviamente, todo flamenguista ficou maluco com aquele time. Eu que vi meu time ser campeão da Libertadores pela primeira vez, eu tenho 26 anos, e ver da forma que foi, foi absurdamente mágico, foi lindo demais. Eu acho que o Rogério Ceni, hoje, está tentando encontrar um caminho de uma leitura, de uma nova ideia de jogo, mas vamos lá. Ser Flamengo é acreditar”, disse otimista.

Ainda refletindo sobre o caminho contrário que os jogadores fazem, de deixar a Europa e voltar para o Brasil, Maicon sonhou alto e revelou quem ele queria ver vestindo o manto rubro-negro. “Pensando como torcedor, Pensando em Flamengo, seria gostoso ter um ‘zagueirão’ ali atrás, pra compor aquela zaga e ela ficar mais compacta”, avaliou o ator.

“Eu pensaria no David Luiz, que já está há muito tempo na Europa, está lá rodando no Arsenal… Está na hora de voltar. Eu ia adorar ver ele aqui, jogando no Flamengo, fechando aquela zaga, sendo campeão da Liberta… já estou cavando aqui (risos).”

“Eu traria o Neymar e, se não desse pra trazer o Neymar, eu traria o Vini Jr de volta. Vini é cria, ídolo da Nação, a gente está só esperando ele voltar pra trazer tudo pra gente (risos). Libertadores, Brasileiro… a gente vai ganhar tudo. É com ele que a gente vai ganhar. É com ele!”, garantiu.

Sobre a série

Galera FC estreia na TNT, nesta segunda, às 21h30, e ao todo tem oito episódios, com 30 minutos cada. Serão exibidos dois por vez, todas as segundas.

A série é uma comédia, que transita pelo universo das celebridades e pela vida em família, enquanto mostra a história desse jogador em crise de identidade, que vai tentar sabotar a própria carreira, criando situações, nem sempre bem-sucedidas, para forçar o rompimento de seu contrato milionário no futebol europeu.

0

Além de Maicon, Dadá Coelho faz a mãe de Elton, Flavio Pardal é o agente do atleta, Leo Bahia e Bernardo Marinho são os parças, André Luiz Miranda é seu irmão, Carol Garcia faz a repórter, e os brasilienses Ricardo Pipo, Victor Leal e Jovane Nunes, o ex-BBB Kaysar Dadour e Natalia Rosa, compõem o elenco.



www.metropoles.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *