Lutador de MMA é sentenciado a sete anos de prisão por tráfico

Jake Heun, lutador americano de MMA, foi sentenciado a sete anos e nove meses de prisão em Melbourne, Austrália, sob acusações de tráfico de drogas. As informações são do jornal Daily Mail.

Segundo a publicação, a polícia de Austrália acredita que Heun seja parte de uma operação de tráfico de drogas internacional baseada na Tailândia. A polícia chegou até o lutador após encontrar um pacote cheio de metanfetamina endereçado a Heun, onde estava escrito “gel de banho e colônia”, que abriu por acidente durante um voo da França para o país oceânico.

Os policiais foram até Heun e o prenderam no local. Em seu celular, foram encontradas fotos de pacotes de cocaína. Acredita-se que ele tenha transportado entre 35 e 40 gramas de cocaína em 2020 antes de ser preso. O americano admitiu culpa para as acusações.

Aos 34 anos, Heyn tem um cartel de 15 vitórias e nove derrotas no MMA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *