Enes Kanter, pivô do Portland Trail Blazers, desafiou as autoridades de seu país-natal, a Turquia, após receber um mandado de prisão. O atleta foi notificado por ter ofendido o presidente Recep Erdogan, chamando-o de ditador.

Nas redes sociais, ele postou uma foto na qual aparece queimando o mandado de prisão. “Parece que magoei um pouco os sentimentos de Erdogan”.

O clima hostil entre Kanter e o governo da Turquia é antigo. Ele já foi acusado de terrorismo e desde 2015 não vê sua família, porque pode ser preso se voltar ao país. Seu pai chegou a ser detido pelo regime de Erdogan e passou sete anos na cadeia depois de, segundo Kanter, “o acusarem de ser um criminoso só porque ele é meu pai”.

www.metropoles.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.