Gilberto tem sido o principal centro das atenções do Bahia. Com contrato até o final do ano e com permanência publicamente considerada como difícil pelo presidente Guilherme Bellintani, o jogador voltou a conceder entrevista nesta segunda-feira (10) e falou sobre sua situação no Esquadrão.

Em entrevista à ESPN, Gilberto explicou a declaração dada após a final da Copa do Nordeste, quando falou em “ciclo se afunilando” no Bahia. Ele disse que a afirmação foi feita em um momento de euforia e com toda a pressão de uma decisão.

“Momento de emoção, de euforia, a gente fala muita coisa e não é o momento de falar. Acabei passando uma forma que parecia que eu já tinha recebido proposta, assinado e estava de saída. Não é assim. O ponto é que já estou há três anos no Bahia. É o clube pelo qual eu mais joguei, mais fiz gols, e isso tem um peso enorme na minha vida. É uma coisa que me deixa muito feliz, mas também me deixa com bastante responsabilidade. Essa responsabilidade pesa de vez em quando e no momento em que eu estava eufórico, acabei falando sobre isso”.

De cabeça fria desta vez, ele preferiu não tocar no assunto de renovação ou saída do Bahia.

“Espero que não tenha nenhum problema. Não gostaria de falar disso (renovação). É uma coisa muito delicada, tanto para mim, como para a torcida”.

Gilberto cita declaração do presidente Guilherme Bellintani

Quando perguntado sobre em qual lugar acha que possui mercado, Gilberto voltou a despistar sobre o assunto, afirmando que jogador não costuma saber onde é visto.

“Eu falei daquela forma e falo de uma forma geral sempre, porque meus números no Bahia foram números expressivos. E quando se tem números expressivos no Bahia e no Brasil, no geral, você se coloca em vitrine que o mundo todo está vendo. Não posso dizer que tenho vitrine aqui ou ali, porque jogador realmente acaba vindo uma bolha nesse sentido. Ele não sabe o quanto é visto e o quanto é lembrado”.

O atacante também citou a declaração do presidente Bellintani, que disse apostar na permanência até o final de 2021, pois tem contrato com o Bahia e só sairia em caso de proposta vantajosa.

“(…) Com certeza o Bahia está se blindando sobre isso. Vi uma declaração recente do Bellintani que eu tinha contrato até dezembro e que possivelmente se não fosse alguma coisa boa para o Bahia, não iria sair. Então eu sigo na linha, até porque tenho contrato”.

Melhor momento da carreira

“Com certeza é meu melhor momento. Nunca fiz tantos jogos e tantos gols por um clube só”.



www.ecbahia.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.