Dudu espanta desconfiança e entra para o Olimpo de ídolos do Palmeiras

Que Eduardo Pereira Rodrigues, o Dudu, era um dos jogadores com maior identificação e carinho da torcida, isso já era evidenciado desde que foi protagonista em boa parte dos títulos recentes do Palmeiras. No entanto, com o titulo da Libertadores conquistado neste sábado (27/11), Dudu entra em um novo patamar, o de ídolo incontestável.

Fundamental nos títulos da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro do ano seguinte, Dudu conquista o título mais importante de sua carreira. Decisivo, seu retorno passou por uma certa desconfiança por conta do início discreto, que nada combina com o jogador que tem como principal característica a de chamar a responsabilidade nos momentos mais críticos.

0

E foi justamente no torneio em que o atacante ainda não tinha exibido seu melhor até então que ele resolveu mostrar para todos que sua presença faz muita diferença no time da Barra Funda.

Prova disso foi justamente seu primeiro gol após voltar do empréstimo ao Al-Duhail. O antigo camisa 7, hoje camisa 43, foi marcar justamente contra o São Paulo na vitória por 3 x 0, no jogo de volta das quartas de final da Libertadores. O gol marcado por Dudu ampliou a vantagem Alviverde e praticamente sacramentou a classificação para a próxima fase.

E não parou aí. Foi dos pés dele que saiu o gol que permitiu ao Palmeiras ter a chance de disputar a final deste sábado, afinal, ele foi o autor do gol de empate com o Atlético-MG, na partida de volta, em pleno Mineirão pulsante com a presença da torcida atleticana. Com o 1 x 1 no placar, o Alviverde pôde sonhar com mais um título de Libertadores, o terceiro de sua história.

Com o título continental, Dudu passa a olhar de igual para igual outros ídolos palmeirenses como Marcos, Ademir da Guia, Evair e tantos outros. Espaço que garantiu ao seu estilo: com personalidade, habilidade e muita garra.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *