A reunião entre o Grêmio e Douglas Costa na manhã desta quarta-feira (12/5) teve desfecho positivo com o “sim” do jogador à proposta tricolor. O atacante aceitou voltar a Porto Alegre, mas depende da liberação da Juventus para assinar o contrato.

O acordo com a Velha Senhora vai até junho de 2022, e o próprio Douglas deve negociar com o clube a sua saída. Caso obtenha sucesso, ele deve selar vínculo com o Grêmio por dois anos, podendo ser estendido a três.

Na temporada atual, o atacante está emprestado ao Bayern de Munique, deveria retornar a Turim para 2021/22, mas a Juve já sinalizou que ele está fora dos planos para a próxima temporada.

De acordo com o Globoesporte.com, o Grêmio irá pagar um terço do salário que Douglas ganhava na Europa, e fonte próximas ao estafe do jogador informaram que o acerto entre as partes ocorreu na semana passada. O encontro desta quarta serviu para discutir detalhes do contrato, como participação do marketing do clube e vendas de camisas.

O atacante está muito perto de voltar ao time onde foi revelado e iniciou a carreira profissional. Em 2008, Douglas Costa fazia seus primeiros jogos com a camisa tricolor. Na trajetória pela Europa, o jogador colecionou 21 troféus: um Mundial de Clubes, três Bundesligas, uma Copa da Alemanha, três Campeonatos Italianos, uma Copa da Itália, uma Supercopa da Itália, cinco Ligas Ucranianas, três Taças da Ucrânia e três Supertaças Ucranianas.

www.metropoles.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.