Conselho do Vitória analisa denúncias contra a gestão de Paulo Carneiro

Da Redação

O Conselho de Ética do Vitória vai apresentar na próxima segunda-feira (23), às 18h, um relatório ao Conselho Deliberativo do clube sobre a apuração das denúncias acumuladas pela gestão do atual presidente Paulo Carneiro. O documento será analisado na reunião que irá decidir o futuro da administração do Vitória. Se constatada a veracidade das suspeitas de gestão temerária, Carneiro pode ser interditado, o que acarreta no seu afastamento da Presidência do clube.

O documento que deu origem ao relatório da Comissão de Ética do Vitória foi uma conclusão do material produzido pela Comissão Especial Protestante, instaurada para investigar as irregularidades da atual Presidência do clube.

Paulo Carneiro acumula denúncias de improbidade administrativa, acúmulo de função, falta de transparência na gestão financeira do clube, além de episódios de abuso de autoridade e descumprimento de punições aplicadas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Questionado se teme um possível afastamento do clube, Paulo Carneiro disse ao Toda Bahia que “é o maior construtor do clube e o maior vencedor de títulos”.

Protesto da torcida Os Imbatíveis

No mesmo dia em que o relatório será analisado pela Comissão Processante, a torcida “Os Imbatíveis” irá realizar um protesto no Barradão, às 17h30, contra a gestão de Paulo Carneiro. O protesto da torcida organizada é intitulado #forapaulocarneiro. O time está em 18⁰ lugar e na zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. A má colocação também é atribuída às irregularidades e polêmicas envolvendo a atual Presidência do clube e tem gerado uma forte onda de revolta entre os torcedores rubro negros.

Julgamento de contas

O responsável pela área institucional do clube, Osvaldo Barreto Jr., explicou, que uma outra reunião será realizada para julgar as contas da gestão do presidente Paulo Carneiro, referentes ao exercício 2020. Ela só deve ser remarcada quando houver nova eleição para membros do Conselho Fiscal do clube.

Um requerimento assinado por 35 conselheiros rubro-negros foi enviado ao Conselho Deliberativo solicitando o adiamento dessa reunião ordinária. O pedido foi acatado pelo presidente do Conselho Fiscal, Jailson Reis, atualmente único membro do órgão. Todos os outros membros renunciaram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *