pablo5
Pablo marcou o gol do triunfo na partida de ida (Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia)

É dia de Bahia em campo. Em busca de alcançar a final do Campeonato Baiano, o Esquadrão de Aço vai encarar o Bahia de Feira às 21h30 desta quarta-feira (12), na Arena Cajueiro, em Feira de Santana.

O Tricolor viaja à cidade feirense com a vantagem mínima por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0. Com isso, até mesmo com um empate vai conquistar vaga na decisão estadual.

Apesar de estar com a vantagem, o time tricolor não pode cair na ideia de jogar pelo regulamento, uma vez que assim daria brechas para o adversário.

“Independente de vantagem, nós temos que fazer nossa parte”, diz o zagueiro Gustavo Henrique.

Por outro lado, terá de se adapta rapidamente ao estilo de jogo proposto pela grama sintética do estádio do Bahia de Feira. Mas, para Gustavo Henrique, também será um fator que favorecerá o Esquadrão.

“O campo sintético vai favorecer nosso estilo de jogo, que é rodar a bola. A gente sabe da dificuldade que vamos passar pelo Bahia de Feira estar acostumado, mas acho que vai nos favorecer. Dá para fazer uma ótima partida”, afirmou o zagueiro tricolor.

O adversário

Além do fato de precisar vencer a todo custo, o Bahia de Feira promete entrar em campo motivado por ter chegado perto de empatar a partida em alguns momentos no jogo de domingo.

“Nossa equipe, no último jogo jogou e jogou muito bem, embora com dificuldades que no momento nós estávamos vivendo, de desfalque de jogadores que são de grande importância para nós”, diz o técnico Oliveira Canindé.

Além do fato de jogar em casa, o Tremendão conta com reforços fundamentais. Seus três principais jogadores devem voltar ao time: Diones, Alex Cazumba e Paulo Paraíba.

FICHA TÉCNICA
BAHIA DE FEIRA X BAHIA

Competição: Campeonato Baiano – Semifinal, jogo de volta
Local: Arena Cajueiro, em Feira de Santana
Data e hora: 12/05/2021, às 21h30
Arbitragem:Ricarle Gustavo Gonçalves Batista, auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias

Bahia de Feira: Jean; Wesley, Jarbas, Hebert e Cazumbá; Hércules, Diones e Hugo Freitas; Thiaguinho, Pedro Neto e Deon. Técnico: Oliveira Canindé.

Bahia: Júnior; Douglas Borel, Gustavo Henrique, Ignácio e Felipinho; Raniele, Bruno Camilo e Pablo; Daniel Penha (Gustavo), Ronaldo e Marcelo. Técnico: Cláudio Prates.



www.ecbahia.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.