A CBF divulgará às 11h desta sexta-feira (29/10) a lista dos jogadores convocados para a rodada de novembro das Eliminatórias. A equipe enfrentará a Colômbia no dia 11 de novembro e a Argentina, no dia 16. A lista de Tite, no entanto, pode conter algumas alterações, limitações e questionamento na titularidade de Neymar.

Neymar intocável?

O primeiro ponto é com relação ao camisa 10 da Seleção. Apesar da boa partida e do gol marcado na vitória diante do Uruguai, Neymar não vem apresentando o desempenho que se espera de um jogador com tanto talento e experiência quanto ele.

Com o pior início de temporada desde que chegou na Europa, o camisa 10 da Seleção também não apresentou bom futebol no jogo contra a Colômbia. Errou quase tudo o que tentou e saiu de campo discutindo com o zagueiro Yerri Mina.

Levando em conta o critério de utilizar quem está em um melhor momento, Neymar poderia não ser titular após anos de status quase incontestável.

Destaque machucado, brecha no ataque para quem?

Se Neymar e a Seleção como um todo conseguiram convencer apenas no 4 x 1 contra o Uruguai, Raphinha escapou das críticas. Nas partidas contra Venezuela e Colômbia, o atacante do Leeds saiu do banco e deu nova cara ao ataque brasileiro, com velocidade, dribles e criando chances.

De titular contra a Colômbia, o novato foi destaque e anotou dois gols. O nome que era certo para essa convocação, no entanto, se lesionou durante uma partida da Premier League e virou uma dor de cabeça para Tite.

Antony, assim como Raphinha, foi outro que saiu do banco e fez boas partidas. O jogador pode brigar por um lugar no ataque titular.

Homem de confiança do treinador, Richarlison deve pintar novamente na lista após ficar afastado por conta de lesão. O camisa 7 da Seleção voltou a marcar pelo Everton, da Inglaterra, apesar dos resultados negativos da equipe.

Quem pode ganhar mais chances por conta dos desempenhos recentes em seus clubes é a dupla de jovens atacantes brasileiros do Real Madrid, Vinicius Junior e Rodrygo. Vini se encontra em êxtase na equipe merengue, sendo um dos protagonistas da equipe. Ele foi chamado na última lista, mas não apresentou seu melhor ao entrar no fim do 2º tempo contra a Venezuela.

Rodrygo, por outro lado, ficou de fora das convocações de Tite e não foi liberado pelo clube para a disputa das Olimpíadas. Mais discreto, mas eficiente na criação, o jogador também foi um dos destaques dos recentes triunfos da equipe Espanhola.

“Brasileiros” de fora

Há a possibilidade real de que Tite não convoque jogadores que atuem no Brasil. A justificativa é a reta final do calendário brasileiro, com decisões à vista. Desta forma, nomes que estavam se tornando rotineiros nas últimas convocações, e outros já cativos, devem ficar de fora.

São os casos de Weverton, goleiro do Palmeiras que constantemente é chamado pelo treinador, e de Gabigol e Éverton Ribeiro, do Flamengo. Guilherme Arana, lateral do Atlético-MG, é outro que pode acabar ficando de fora da lista.

O Brasil recebe a Colômbia no estádio Neo Química Arena, em São Paulo, e joga contra a Argentina fora de casa, no estádio Bicentenário de San Juan.

A Seleção Brasileira lidera as Eliminatórias Sul-Americanas com 31 pontos. São 10 vitórias e um empate até aqui.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.