CNN destaca desempenho da Bahia nas Olimpíadas de Tóquio

Da Redação

Se fosse um país, a Bahia estaria na frente de nações como a Suécia e a Argentina no quadro de medalhas dos Jogos. E mais: se fosse o país, seria o primeiro posicionado entre os sul-americanos. A importância dos atletas baianos para que o Brasil superasse o recorde de medalhas nas Olimpíadas foi tema de uma matéria na CNN Brasil.

“As vitórias de Isaquias Queiroz na canoagem, dando fim a uma perseguição ao primeiro lugar no pódio que vinha desde as Olimpíadas do Rio, em 2016, e de Hebert Conceição, que venceu com o brilho de um nocaute na final da categoria peso médio, chamam atenção para a importância da Bahia entre as medalhas de ouro do Brasil em Tóquio”, escreveu o repórter Douglas Vieira, da CNN.

“Com os dois pódios de hoje, o estado foi responsável por emitir a certidão de nascimento de três medalhistas dos seis brasileiros que subiram ao lugar mais alto do pódio no Japão. Antes das vitórias de hoje, Ana Marcela, nascida em Salvador, havia vencido a maratona aquática”, acrescentou.

A marca ainda pode melhorar, já que amanhã, às 2h45, a boxeadora baiana Bia Ferreira tem a oportunidade de confirmar o favoritismo na disputa ao ouro na categoria peso leve, contra a boxeadora irlandesa Kellie Harrington.

“E, ainda que o futebol seja coletivo, é evidente que Daniel Alves, maior vencedor da história em número de títulos do futebol mundial, é um símbolo do time e capitão do time comandado por André Jardine, que pode garantir ainda hoje o ouro no futebol masculino. E de onde ele vem? Da Bahia também”, lembrou o repórter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *