Bruninho e Ketleyn Quadros serão porta-bandeiras do Brasil

Da Redação

Bruninho, levantador campeão olímpico no vôlei masculino na Olimpíada de 2016 (Rio de Janeiro), e Ketleyn Quadros, judoca medalha de bronze nos Jogos de 2008 (Pequim), foram escolhidos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) como o casal porta-bandeira nacional para a cerimônia de abertura em Tóquio, marcada para acontecer no dia 23 de julho. O anúncio ocorreu na noite desta sexta-feira (16).

Ketleyn foi responsável pela primeira conquista de uma mulher brasileira em modalidades individuais na história olímpica e volta aos Jogos após 13 anos. “Já fui porta-bandeira no Sul-Americano de 2010. É a coroação de uma vida toda dedicada ao esporte. Principalmente, nesses últimos meses, tive que me dedicar demais até mesmo para conseguir a classificação para a Olimpíada. A felicidade é imensa”, disse a atleta.

O jogador de vôlei, além do título da última edição, já coleciona duas pratas, em Pequim (2008) e em Londres (2012). “É uma honra receber essa notícia. Representando o vôlei, e muito disso tudo, tem a ver com o meu pai também. Não só pela medalha, por ele ser um medalhista olímpico, de uma geração que abriu portas para tanta gente. Mas, também, por ter sido o treinador de gerações maravilhosas e vitoriosas. Meu pai estará também ali, cumprindo esse papel”, declarou o levantador Bruninho, filho do técnico Bernardinho. As informações são da Agência Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *