Bellintani explica saída discreta de Lucas Fonseca

Clique aqui e se inscreva no Canal ecbahiapontocom no Youtube!
-->


Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O zagueiro Lucas Fonseca deixou o Bahia oficialmente junto com o fim de seu contrato, em dezembro de 2021. Afastado do elenco há vários meses antes mesmo do final de seu vínculo, o defensor de quase uma década de Esquadrão teve uma saída discreta. Sem sequer um texto oficial ou um muito obrigado público de alguma das partes.

Questionado sobre o tema em entrevista coletiva, o presidente Guilherme Bellintani afirmou que a saída do atleta foi feita da forma como havia sido combinada entre clube e jogador internamente.

“A gente concluiu o contrato com ele em dezembro. A forma de saída foi combinada entre o Bahia e ele. Estamos cumprindo exatamente o que foi combinado, entendendo que todo ciclo se encerra e que esse encerramento foi feito da melhor forma possível conjuntamente e reciprocamente combinados”, explicou Bellintani.

O encerramento do contrato pôs fim a um ciclo marcado por três passagens: em 2012, de 2013 a 2014, e de 2016 a 2021. Ao todo, Lucas Fonseca jogou nove Brasileiros vestindo a camisa tricolor, sendo oito edições de Série A e uma Série B.

No total de todos esses anos, Fonseca defendeu a camisa tricolor em 324 jogos, marcou três gols, participou de quatro títulos estaduais, dois títulos regionais e um acesso à primeira divisão.

Em 2021, com 36 anos, teve o contrato renovado com o Esquadrão por mais um ano por meio de renovação automática. Mas, só jogou 12 vezes, sendo três atuações na Série A.

O adeus aconteceu no dia 26 de setembro, quando participou da derrota por 2 a 0 diante do Inter, no Beira-Rio. De lá para cá, Fonseca não foi mais relacionado para nenhum jogo e teve uma saída discreta já em outubro, mas com contrato sendo encerrado no fim de dezembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *