Bellintani destaca avanço em negociação para contratar atacante

Clique aqui e se inscreva no Canal ecbahiapontocom no Youtube!
-->


Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia está com dificuldade no mercado, em razão da crise financeira pela qual o clube passa desde 2020, em decorrência da pandemia. Com isso, só irá ao mercado para contratar jogadores que se encaixem na realidade atual das finanças do Esquadrão.

Em entrevista à Rádio Sociedade, o presidente Guilherme Bellintani afirmou que as negociações com o “atacante cascudo”, que o próprio dirigente já havia revelado haver conversas, estão caminhando para um desfecho positivo.

A expectativa do presidente tricolor é de que o centroavante chegue ao elenco tricolor para compor elenco quando o titular Gilberto não estiver apto.

“A gente tem conversado muito com o representante deste atacante. A gente tem muita dificuldade de trazer qualquer atacante com o nível ou experiência que Gilberto tem. Então, não é um substituto para Gilberto, mas é um atacante que pode ser uma alternativa a ele para quando não puder jogar, se estiver cansado ou precisando ser substituído. Gilberto é o nosso titular hoje e não temos condições de buscar um titular para substitui-lo. Não existe essa hipótese. É um atacante mais experiente, temos conversado e avançado. A questão financeira é muito difícil, mas estamos avançando as conversas para as primeiras rodadas do Brasileiro conseguir um desfecho”, diz o presidente.

Bellintani também relatou motivos que fazem com que o clube não tenha expectativa de fazer várias contratações para a Série A, assim como era esperado pela torcida.

“Não por alguns motivos. O principal deles é o financeiro. Hoje, o Bahia está com uma profunda dificuldade financeira, que é fruto da pandemia de 2020. Um déficit imenso. É lógico que estamos trabalhando arduamente para reduzir este déficit de R$ 52 milhões relativos a 2020. Em 2021, continuamos sem receita de bilheteria e com queda de sócios. Além de administrar as despesas de 2021, temos que continuar pagando o déficit de 2020. Então, a hipótese de contratações a curto prazo é muito remota, quase nula, salvo alguma situação específica como este atacante que citei”.

O Bahia estreia na Série A no próximo sábado (29), contra o Santos, em Pituaçu.



www.ecbahia.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *