Bahia fecha Sul-americana com triunfos apenas sobre o lanterna

Clique aqui e se inscreva no Canal ecbahiapontocom no Youtube!
-->


Fonte: Bruno Queiroz / EC Bahia

O Bahia encerrou sua participação na Copa Sul-americana de 2021 em terceiro lugar do grupo B, ficando atrás do Independiente, primeiro colocado e classificado, e do Montevideo City Torque, que faturou premiação de 120 mil dólares (R$ 638 mil).

Na terceira colocação da chave, o Esquadrão teve uma campanha de dois triunfos, dois empates e duas derrotas. O aproveitamento foi de apenas 44,4% dos pontos disputados.

Um fato que gera incômodo é que os dois resultados positivos foram conquistados justamente contra o Guabirá, último colocado e que perdeu todos os seis jogos.

Em Pituaçu, goleou por 5 a 0, enquanto na Bolívia venceu por 1 a 0.

Diante de Independiente, empatou em casa e perdeu fora; já contra o Torque, empatou fora e perdeu em Salvador.

Vale ressaltar ainda que o Esquadrão sofreu duas derrotas justamente nas partidas mais decisivas, nos confrontos diretos pela primeira posição – contra o Independiente – e até no duelo direto pela premiação de segundo colocado frente ao Torque.

A chave tricolor foi formada por extremos. Enquanto o Independiente é o maior campeão continental da história da América do Sul, o City Torque estreou em torneio internacional nesta temporada.

Logo na estreia, o time uruguaio ficou à frente do Bahia. O Tricolor está tentando se consolidar neste cenário após duas participações recentes em quartas de finais, mas ainda não será desta vez. Já o Guabirá figura em competições, mas sem nenhum destaque.



www.ecbahia.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *