Bahia empata com o Independiente em jogo com pênalti perdido

Clique aqui e se inscreva no Canal ecbahiapontocom no Youtube!
-->


Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia empatou em 2 a 2 com o Independiente, na noite desta terça-feira (04), pela terceira rodada da Copa Sul-americana.

Com o empate, o Esquadrão agora soma cinco pontos em três partidas e está na segunda colocação do grupo B. O líder é o próprio time argentino, que soma sete pontos.

A próxima partida tricolor acontecerá no sábado (08), contra o Ceará, pela decisão do Nordestão.

O JOGO

Jogando em Pituaçu, o Esquadrão teve a primeira oportunidade de gol logo em seu primeiro lance na partida. Rodriguinho cobrou escanteio e Conti cabeceou para defesa do goleiro.

Pelo lado argentino, o lateral-esquerdo Togni foi quem fez o goleiro Matheus Teixeira trabalhar aos seis minutos.

O Esquadrão perdeu Nino Paraíba com apenas 11 minutos, após o lateral levar a pior em uma disputa de bola. Renan Guedes foi para seu lugar.

No restante da primeira etapa, Gilberto teve duas oportunidades de abrir o placar. Na primeira, finalizou para defesa do goleiro Sosa após cruzamento de Thaciano. No segundo lance, recebeu passe na grande área e chutou forte. Novamente, parou no arqueiro.

Perto do intervalo, o Independiente saiu na frente. Luiz Otávio cometeu pênalti mais um pênalti na Sul-americana. Herrera cobrou e colocou o time argentino na frente.

SEGUNDO TEMPO

Com quatro minutos de bola rolando na segunda etapa, mais uma penalidade para o Independiente. Desta vez, Martínez foi derrubado por Renan Guedes. Velasco balançou as redes convertendo a cobrança.

A desvantagem foi reduzida aos 11 minutos, em um lance que partiu da individualidade de Rodriguinho. O meia foi acionado fora da área e acertou um forte chute. Sosa defendeu, a bola bateu na trave, e parou no pé de Thaciano. O meia aproveitou o rebote e empurrou para o fundo das redes.

Após diminuir o placar, o Esquadrão se lançou o ataque em busca do gol de empate e, posteriormente, tentar a virada.

Na reta final da partida, o técnico Dado Cavalcanti promoveu alterações que aumentavam a quantidade de peças ofensivas em campo. Alesson e Maycon Douglas substituíram Daniel e Thaciano.

Aos 36 minutos, Alesson cobrou escanteio para o centro da área e Luiz Otávio se redimiu na partida, cabeceando e deixando o placar novamente igual.

No minuto seguinte, foi a vez de Maycon Douglas aparecer sofrendo pênalti cometido pelo goleiro Sosa.

Gilberto assumiu a responsabilidade da cobrança, com a chance de virar o placar e colocar o Esquadrão na liderança, mas chutou fraco e facilitou a defesa do goleiro.



www.ecbahia.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *