Preocupado em manter a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG entrou em campo neste sábado (9/10) para enfrentar o Ceará, no Mineirão, pela 25ª rodada. E em dia de Hulk inspirado, o Galo bateu o Vozão por 3 x 1, os dois anotados pelo camisa 7 e um por Diego Costa, que voltou a campo. Gabriel Lacerda fez o de honra para os visitantes.

Mesmo com os dois gols, Hulk acabou causando preocupação para o torcedor. Aos 30 da segunda etapa o jogador acabou sentindo um incômodo e deixou o campo para a entrada de Tchê Tchê.

Com o resultado, o Galo disparou na liderança com 53 pontos conquistados. Enquanto isso, o Ceará se manteve na 13ª colocação com 29 pontos conquistados até aqui.

O Atlético-MG volta a jogar na quarta (13/10), contra o Santos, no Mineirão. O Vozão, por sua vez, enfrenta o São Paulo na quinta (14/10), em partida no Morumbi.

Resumo da partida

Como esperado, o Atlético-MG começou pressionando. Utilizando os lados do campo, a equipe mineira pressionava os visitantes, que se mantinham bem postados na defesa.

Aos 16 minutos, a arbitragem marcou um pênalti para o Atlético-MG. Em uma vacilo da saída do Ceará, Zaracho partiu para o “abafa” e o goleiro Richard acabou marcando para os donos da casa. Após consultar o VAR por mais de 2 minutos, a arbitragem acabou voltando na sua decisão e anulou a penalidade.

Depois de muita pressão do Galo, a jogada de maior perigo foi a justamente uma finalização do Ceará. Na primeira chance clara de gol da partida, Vina obrigou Éverson a fazer uma defesa maravilhosa na altura dos 30 da primeira etapa.

Só que no lance seguinte, após um passe cirúrgico de Jair, Hulk saiu no contra ataque e não perdoou. Em um chute cruzado, o camisa 7 chutou cruzado para abrir o placar.

A equipe continuou pressionando, mas praticamente não criava muitas chances. Ao fim da primeira etapa, Zaracho aplicou um drible maravilhoso, deu a bola em Jair que sofreu pênalti, marcado somente após a intervenção do VAR. Hulk cobrou e ampliou a vantagem.

Na segunda etapa o panorama se manteve. Aos 12 minutos, Borrero e Jair tiveram duas chances claras de transformarem o placar em uma goleada. As poucas chances criadas pelo Ceará paravam em Éverson, que precisou fazer alguns milagres para manter o placar.

Quando o relógio marcou os 17 minutos, Diego Costa entrou em campo no lugar de Borrero. O jogador não atuava desde a partida de ida da semifinal da Libertadores contra o Palmeiras, quando acabou deixando o campo por conta de uma lesão.

O Galo manteve seu domínio absoluto, e até os 20 minutos da etapa complementar, a vantagem só não aumentou por conta das intervenções do goleiro Richard.

Aos 32, Hulk foi travado em uma lance individual e acabou deixando o campo lesionado.

O jogo parecia encaminhado, mas o Atlético-MG manteve um espírito imperdoável, e aos 41 minutos Nacho acertou lindo cruzamento para Diego Costa, que sacramentou o resultado.

No último lance, após escanteio, Gabriel Lacerda aproveitou uma bobeira da zaga do Galo e descontou para o time visitante.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *