Athletico-PR segue na trilha das conquistas com bi da Sul-Americana

O Athletico-PR conquistou, neste sábado (20/11), o título da Copa Sul-Americana, batendo o Red Bull Bragantino na final por 1 x 0. É o segundo título continental do Furacão, que em 2018 venceu a Sul-Americana com uma vitória sobre o Junior de Barranquilla.

Daquela conquista, restaram cinco jogadores: Santos, Thiago Heleno, Zé Ivaldo, Márcio Azevedo e Nikão, este último, autor do gol que garantiu o bi.

Além das Sul-Americanas, o grupo também esteve presente na conquista da Copa do Brasil de 2019, vencendo o Internacional, da J.League/Conmebol, também em 2019, e do tri Paranaense de 2020.

Voltando ainda mais no túnel do tempo, Thiago Heleno, Nikão e Santos conquistaram ainda o Paranaense de 2016. Márcio Azevedo estava presente no longínquo ano de 2009, quando o Furacão levou o estadual.

Bom vendedor

Apesar da manutenção de um grupo comprovadamente vencedor, são as vendas de atletas que explicam, em parte, o sucesso do Athletico-PR nos últimos anos. De acordo com informações do GE, o Furacão arrecadou R$ 152 milhões ano passado só com venda de jogadores.

O valor foi usado para reforçar a equipe e investir em estrutura, uma das prioridades da gestão do presidente Mario Celso Petraglia, que conseguiu fazer o clube passar sem crise pela pandemia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *