Alberto Valentin renasce no furação

Com menos de dois meses à frente do Clube Athletico Paranaense, o técnico Alberto Valentin é campeão da Copa Sul-Americana 2021.

Após desconfianças da torcida que questionava seus trabalhos recentes, o treinador superou as impressões que havia sobre a capacidade de conduzir o furacão aos títulos em disputa na temporada.

Há seis meses, Valentim era demitido do Cuiabá, apesar de invicto e campeão Mato-Grossense. Com sete vitórias e três empates, a direção do time optou por encerrar o trabalho.

Por ironia do destino, assumiria o furacão quatro meses depois no lugar de António oliveira, que àquela altura já havia garantido vaga na semifinal da Copa Sul-Americana e encaminhado nas semifinais da Copa do Brasil.

Se até a bola rolar na final, o profissional tinha apenas dois campeonatos estaduais no currículo (Carioca e Mato-Grossense por Botafogo e Cuiabá), agora poderá adicionar à sua lista de conquistas o segundo torneio mais importante do continente.

Anunciado no dia primeiro de outubro (1/10), Valentin não inspirou segurança na torcida nos primeiros jogos. Na estreia diante do Flamengo no Maracanã, optou por um time reserva e levou um 3 x 0 ainda no primeiro tempo da partida.

Na partida seguinte, venceu o Atlético Goianiense fora de casa, mas voltou a perder em casa para o Bahia. Resultados irregulares foram acontecendo no campeonato brasileiro, o que preocupava para a final da Sul-Americana.

Momento-chave

Para o confronto contra o Flamengo nas semifinais da Copa do Brasil, o furacão era visto como zebra diante do rubro-negro carioca. Porém, na primeira partida, na arena da baixada, os comandados de Valentin mostram poder de reação ao sair perdendo e buscar a virada. Nos acréscimos, sofreria o empate.

Já no duelo de volta, em pleno Maracanã, o CAP teve um plano de jogo perfeito, com uma defesa bem postada, mas saindo rápido nos contra-ataques. Ao final do duelo, o Athletico venceu por 3 x 0, garantindo vaga na final contra o Atlético Mineiro.

A partir daí, Valentim ganhou moral perante a torcida. Com uma vitória em cima do atual bicampeão brasileiro e finalista da Libertadores, a confiança na vitória contra o Bragantino aumentou.

Há 18 dias, pela 30º rodada do Brasileirão, o time da Arena da Baixada dava sinais de força ao bater o Bragantino por 2 x 0 no Nabi Abi Chedid, estádio do Massa Bruta.

O momento é de comemoração, mas em dezembro o furacão tem outra final, dessa vez pela Copa do Brasil, contra o Atlético Mineiro.

Líder do Campeonato Brasileiro, galo é visto por muitos como favorito, mas Valentim já demonstrou que sabe trabalhar bem na condição de azarão, vide a classificação contra o Flamengo, atual bicampeão brasileiro finalista da Copa Libertadores da América.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *